Reabsorções Radiculares

O arredondamento dos ápices radiculares e até o encurtamento das raízes de alguns dentes é um fenômeno bastante comum durante o tratamento ortodôntico, especialmente em grandes movimentações dentárias que requerem um longo tempo de tratamento. Essas reabsorções são encaradas como um custo biológico do tratamento e não provocam maiores problemas quando diagnosticadas precocemente. Em casos mais severos, quando as reabsorções foram detectadas – através de radiografias – muito tardiamente e a perda de estrutura radicular estiver muito avançada, o tratamento terá que ser reavaliado e muitas vezes modificado para não aumentar ainda mais o problema, o que poderia provocar mobilidade e até perda do dente.